sábado, 20 de fevereiro de 2016

Lava Jato começa investigações no Ceará





Os respingos da lama da Lava Jato começam a cair no solo cearense e a tirar o sossego de ex-gestores, que terão suas relações com as empresas envolvidas no escândalo, investigadas. Entre os órgãos que têm contrato com as empresas, estão Secretaria do Turismo (Setur), Departamento Estadual de Rodovias (DER), Secretaria de Recursos Hídricos (SRH) e a já extinta Secretaria Especial da Copa (Secopa).

O Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE-CE), a pedido do Ministério Público de Contas (MPC-CE), vai auditar R$ 1,5 bilhão em contratos assinados com essas empresas.

O fato aumenta a preocupação do ex-governador Cid Gomes e seus ex-assessores, uma vez que o fato novo somando com o pedido do Ministério Público Estadual para que o ex-governador se torne inelegível por conta de abuso de poder econômico nas eleições de governador, bem como que sejam cassados o atual governador e sua vice.

Com tantas suspeições e acusações, o Estado fica soba  mira da imprensa nacional, com o adendo negativo de que o governo anterior era repartido com o PT, e o atual é amplamente petista, sendo o governador Camilo Santana membro da sigla mais odiada pelos brasileiros na atualidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.