quinta-feira, 29 de novembro de 2018





A proposta do empresário Oscar Rodrigues Júnior de patrocinar o Guarany e ser seu mandatário por 10 anos deixou a diretoria do clube completamente atônita. A situação é um tanto melindrosa, uma vez que divide a diretoria em prós e contra. 

Enquanto os demais times cearenses se preparam para a competição do primeiro turno do campeonato cearense, o bugre sobralense não sai de uma indecisão, o que o coloca em situação de risco, sendo que a diretoria será responsável pela ascensão ou fracasso total da equipe.

A proposta do empresário ainda passa pelo crivo do Conselho Deliberativo do clube, da Prefeitura, e pelo visto não haverá solução rápida, o que será fatal para um possível bom desempenho no campeonato. O que se percebe é que tem gente ou entidade deixando extrapolar prazo e assim ao invés de um segmento, todos ficarem com a culpa.


Hoje é dia de provocar os envolvidos e esclarecer fatos. A química que a diretoria tenta encontrar com a Prefeitura, não deu certo até agora. Formar time de qualidade requer investimento, e ai é que pesa a participação do empresário Oscar, que permanece com sua decisão imutável, esperando que o Guarany posicione-se em favor de sua torcida, em favor de Sobral e não como defensor dos interesses políticos arrogantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.