quarta-feira, 10 de junho de 2015

Autoridades do Executivo, Judiciário e tribunais de contas manifestam pesar





Autoridades do Estado manifestaram pesar pela morte de Welington Landim (Pros), ocorrida nesta terça-feira, 09 de junho, em Fortaleza. O velório aconteceu no Plenário da Assembleia Legislativa, que recebeu centenas de pessoas, e o enterro será nesta quarta-feira (10/06), às 16h, em Brejo Santo, cidade natal do parlamentar.

Para o governador Camilo Santana, Welington Landim sempre foi um profundo defensor do desenvolvimento regional, tendo contribuído de forma marcante para conquistas sociais no estado do Ceará nas últimas duas décadas. O governador disse que o parlamentar deixa um legado para todos os cearenses que aprenderam a admirá-lo. “Pai e esposo dedicado, médico e deputado, filho de Brejo Santo, de onde foi prefeito, Welington foi sempre um grande guerreiro, dedicando toda a sua vida para fazer o bem às pessoas”, disse Camilo.

“Nessa hora de dor, o Governo do Ceará presta suas homenagens e sentimentos aos familiares e amigos”, acrescentou o chefe do Executivo estadual. O governador decretou luto oficial de três dias no Estado.

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, ressaltou que o deputado Welington Landim incorporou à vida pública toda a paixão e desapego que caracterizam o homem que trabalha em prol do bem comum. “Tive o privilégio de conviver com ele no Parlamento e guardo as melhores referências de um homem vocacionado para a vida pública como poucos, sempre atento à defesa intransigente dos mais elevados interesses da nossa gente”, afirmou.

Para o prefeito, “Welington deixa um legado de proporções abissais, quando se avalia o comprometimento e a dedicação aos reais interesses coletivos de uma gente e de um Estado. Um irmão, uma forte liderança, um conselheiro que honrou o Poder Legislativo cearense, e que ocupou o cargo de presidente com altivez e democracia. Sabemos da imensa falta que fará em nossas vidas e na vida política do Ceará e do Brasil. Quero expressar a minha solidariedade à Gislaine, aos filhos e a toda a família e a minha fé de que Deus o acolherá com as prerrogativas de um homem bom e justo.”

A presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), Iracema Vale, disse, em nota de pesar, que o Ceará perde um homem público valoroso.  Ela definiu o deputado Welington Landim como “um parlamentar de relevo que conduziu a maior casa política do Estado, a Assembleia Legislativa, sempre preocupado com a sua gente”. 

Iracema Vale também reconheceu a boa relação do deputado com o Poder Judiciário. “Um político atencioso, que dedicou ao Poder Judiciário grande parceria quando solicitado ao debate. O momento é de orações à família e ao povo de Brejo Santo. E de respeito à memória de Landim”, concluiu a presidente do TJCE.

O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios e ex-presidente da Assembleia Legislativa, Francisco Aguiar, lamentou a morte do deputado Welington Landim. Segundo ele, era um político que tinha um compromisso grande com a sociedade e com o desenvolvimento do Estado. “Era e sempre foi o primeiro a levantar a bandeira quando se tratava de uma obra importante para o Ceará. Foi um grande lutador pela transposição do São Francisco e, sem dúvida, deixa um vácuo muito grande, principalmente para o povo do Cariri e em especial pelo Brejo Santo que ele tanto amava”.

O conselheiro do Tribunal de Contas do Ceará (TCE), e também ex-presidente do Legislativo Domingos Filho, disse que o parlamentar deixa uma lacuna de difícil preenchimento porque ele sempre devotou a sua vida a servir ao Ceará. “Foi uma liderança muito expressiva no sul do Estado, e que presidiu a Casa no momento de transformação política dando sempre altivez e abertura à Assembleia Legislativa. Portanto, uma perda irreparável”.

Já a conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e ex-deputada, Patrícia Saboya, afirmou que o Estado perdeu um grande homem público. “O Ceará foi testemunha do amor que Welington Landim tinha pela política, que atuava com paixão. Carrego dele a lembrança de um homem alegre, que vibrava com as coisas boas que aconteciam no Ceará e ao mesmo tempo era um homem de muita fibra, que se zangava quando o seu povo e o seu Estado era prejudicado. Foi um político que fazia política com P maiúsculo", afirmou a conselheira.


Agência de Notícias da Assembleia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.