sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Conversando com Mãe Dilma





Olá mãe Dilma! Ave fazia um tempão que eu não falava com a senhora. É realmente a Tim com seus entupimentos de voz consegue intrigar as pessoas. Mãe me diga ai como estão as coisas? A senhora já acertou com o Maduro e o exército do MST a sua defesa? Mãe, a senhora não vai cair logo. O Maduro deverá cair primeiro. A senhora agora é que está de vez.

Diga-me quando é mesmo que a senhora vai assumir o Governo? O que, a senhora já assumiu? Nossa, pois eu só vejo esse tal de Cunha mandando e desmandando em tudo. A senhora viu que até passagens para mulheres e maridos de parlamentares ele está dando? Povo folgado né mãe? Depois ficam falando que a senhor mexeu nisso e naquilo. Eu fico danado de raiva quando falam da senhora. Gentalha!

Não mãe, eu não vou por ai tão cedo. Por que não, ora bolas. Com essa estória de Impeachment, de fora Dilma e coisa e tal, eu vou ficar aqui no meu canto. Mas não se preocupe. Faça uma oração para São Jorge Guerreiro que ele segura a senhora. Ele é o mesmo que segura o Sarney e o Maluf. O Santo é experiente demais.

Quando a senhora vai mandar dinheiro para o povo do Nordeste? Deixe de choradeira, pois eu já vi o Impostômetro. Até agora já temos apurado quase R$ 320 bilhões. Eita dinheiro suado, né mãe? O povo daqui está mais exigente, não quer mais nem saber de jabá com farofa. A exigência agora é de Coca de três litros e CD do Pablo. Pode mãe?
Vou ali ver como está o movimento dos caminhoneiros. Sábado eu ligo de novo, mas a cobrar. Adoro você minha docinho de cacto nordestino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.