segunda-feira, 24 de abril de 2017

EVIDÊNCIAS - Coluna Silveira Rocha


Conversando com Mabel
Abaixe-se Mabel! Corra para dentro de casa! Saia desse tiroteio! Até parece que você não sabe que já não moramos mais na pacata Sobral de outrora, e sim em Sobala City, cidade norte-americana da zona norte, que readotou o Faroeste e virou uma terra sem lei.
Sobala City não tem xerife, não tem prefeito ou justiça que se note. O que tem é um povo apavorado, entregue nas mãos da bandidagem que lhe rouba e lhe mata dentro de casa, e que não poupa mais nem crianças. Por isso, é preciso ter cuidado dona Mabel, sair menos, voltar cedo e saber com quem anda.
Era mesmo Mabel. Antes dava gosto a gente andar pelas ruas, avenidas e praças, sem o incômodo de ladrões. A gente andava a qualquer hora do dia ou da noite, sentava às calçadas com os vizinhos, curtia as pracinhas com a criançada.  Bom demais. Agora não, a gente vive como preá com medo do fogo, como barata quando vê chinelo, e gato acuado. Adeus tempo bom.
Sim. Boa lembrança Mabel. Nos programas da campanha política não tinha violência, não tinha postos de saúde sem remédio, não tinha juventude ociosa, não tinha gente desempregada… O que tinha era gente bonita falando, um candidato bem arrumado, perfumado e dizendo: eu tenho um “imenso amor por Sobral”.
Amiga, antes que eu me esqueça, se você for comprar um imóvel em Sobral comece de criança e espere chegar à velhice para concluir o negócio. A burocracia é do tempo da pedra-lascada. A Construtora Mãe Rainha que o diga. Isso sem contar que a Prefeitura leva boa parte do dinheiro, tudo em nome do progresso da família.
Estou triste amiga Mabel. Triste com Sobral.

Enquanto você fica vendo as imagens da Turquia
, os atentados do Afeganistão, as desavenças dos States com a Coreia do Norte, os bandidos de Sobral invadem as casas e matam criança da forma mais perversa. Gente desliga a TV e corre para a porta do Fórum para acordar as autoridades da justiça.
Alguém pode informar se já marcaram o dia da posse do novo prefeito, ou se o Veveu vai continuar administrando em espírito?
Os feirantes do Marcado Central são que nem a mulher do piolho, que é espremida até a morte, porém não se rende, ou seja, não compreende que a gestão mudou.
A operação tapa-buracos de Sobral terá muito trabalho para fazer a porcaria que está fazendo e ver que tudo se desfaz horas depois. Só por curiosidade: estão usando é farinha? E a Prefeitura ainda tem moral de multar no trânsito.
Morre um Jerry Adriani e nasce uma dezena de safadões. Deus tenha piedade de ti, ó cultura.
A produção de ônibus queimados em Fortaleza, na semana passada, superou a de espetinhos vendidos nas praças.
As obras realizadas pelo Poder Público do Brasil sempre dependeram de projetos, recursos e propinas.
Camilo Santana rebate críticas de capitão Wagner como forma de desviar críticas que só cabem a ele. Por mais que ele tente negar a segurança do Estado é um verdadeiro fracasso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.