domingo, 30 de abril de 2017

Acaba a poesia de Belchior



E foi assim que vi, ainda adolescente, Belchior dar início ao sucesso como cantor. Ele era diferente com seu jeito pausado de nos encher de poesias desconexas e coisa e tal. Ele foi um astro maravilhoso, talvez um Halley, que por fim decidiu sumir da galáxia e só aparecer no final da poesia da vida.

Deixa com a gente a sua poesia, amigo Belchior, e parte com Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.