terça-feira, 17 de novembro de 2015

Senado aprova doaçao de R$ 25 milhões para reconstrução de Gaza



O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira o projeto que autoriza o governo brasileiro a doar até R$ 25 milhões à Autoridade Nacional Palestina (ANP), para a reconstrução de Gaza. A proposta vai à sanção presidencial. A informação é da Agência Senado.

A iniciativa, da Presidência da República, já foi aprovada pela Câmara e, no Senado, pelas Comissões de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) e de Assuntos Econômicos (CAE). O projeto determina que os recursos sejam doados a partir de dotações orçamentárias do Ministério das Relações Exteriores. A Presidência da República informou que a Autoridade Palestina estima serem necessários cerca de US$ 2 bilhões para a reconstrução de Gaza, em cinco anos.

Conforme justificativa assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a Organização das Nações Unidas (ONU) calculou em US$ 613 milhões a quantia que resolveria apenas as necessidades mais urgentes, como alimentação, construção e saúde. Segundo informações da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos (UNRWA), 900 mil pessoas dependem da distribuição de alimentos coordenada pela agência.

Na avaliação do relator da matéria na CAE, senador Eduardo Suplicy (PT-SP), trata-se de uma iniciativa humanitária, que está além da dimensão geopolítica que envolve o conflito entre o grupo Hamas e Israel. "Esse gesto alinha-se com as mais elevadas características da população brasileira: a solidariedade humana e a preocupação com os mais necessitados. Some-se a isso a tradição pacifista de nosso País, de que é exemplo o convívio cordial das comunidades árabe e judaica em nosso território", disse.

No final de maio, um comboio de navios que levava ajuda humanitária à Faixa de Gaza foi atacado por Israel e ao menos nove ativistas foram mortos. As embarcações foram atacadas devido a um bloqueio à região, imposto por Israel e 2007, quando o grupo extremista islâmico Hamas assumiu o controle da Faixa de Gaza. Para o governo israelense, a ajuda seria um disfarce para o envio de armamento ao Hamas.

Redação Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.