sábado, 13 de junho de 2015

Seis histórias de amor verídicas que aconteceram no Titanic

Faz 18 anos que o romance épico de James Cameron sobre o Titanic foi lançado nos cinemas – e mais de um século desde que o navio icônico afundou em sua viagem de estreia. O filme captura o romance entre a passageira aristocrata Rose DeWitt Bukater e o artista da terceira classe Jack Dawson. Mas o amor que rolou na vida real durante a tragédia é simplesmente tão cativante e comovente quanto o sucesso de bilheteria. Descubra a seguir seis títulos sugeridos pelo Pop Sugar que você com certeza vai querer adicionar na sua lista de leitura. 

1. Titanic Love Stories
As histórias de 13 casais em lua de mel compõem este livro de Gill Paul. Cada uma, desde John Jacob Astor e sua esposa Madeleine, até os emigrantes da terceira classe Neal e Eileen McNamee, tem um capítulo dedicado, que inclui imagens, mapa da cabine e a história de como se conheceram, além do que aconteceu com eles na noite fatídica. 

2. A Titanic Love Story
A lendária provação de Ida e Isador Straus no Titanic é retratada nesta obra de June Hall McCash. Os imigrantes judeus da Alemanha era um casal bem apessoado e harmônico. Ele era dono da Macy’, membro do congresso, e filantropista, enquanto ela era a hábil e inteligente matriarca da família. No filme Titanic, eles são vistos por último em seu quarto enquanto a água vai tomando conta. A Titanic Love Story: Ida and Isidor Straus faz uma crônica dos Strauses, que afundaram junto com o navio. Inicialmente, Ida até chegou a colocar os pés no bote salva-vidas, mas em seguida decidiu voltar e compartilhar o destino de seu marido.

3. And the Band Played On: The Titanic Violinist and the Glovemaker
Escrito pelo neto de um sobrevivente do Titanic, o livro conta a história de Jock Hume, um violinista escocês que viajava no navio, e a de sua noiva grávida – que estava a milhares de quilômetros dali, em sua casa. Jock tocou no deck até que o navio afundasse, embora o livro revele ainda o que aconteceu depois disso. O autor narra o pesado impacto que a morte de seu avô teve sobre as duas famílias na Escócia. 

4. Lifeboat No. 8
O Lifeboat No. 8 segue o destino de um bote salva-vidas, que transportava a Condessa de Rothes e sua empregada Roberta Maioni. Enquanto assistia o navio afundar, Roberta segurava com força a foto de seu amor, Jack Phillips, o operador de rádio do Titanic – que permaneceu a bordo para mandar o sinal de SOS. Roberta e Jack podem ter inspirado os personagens interpretados por Leonardo DiCaprio e Kate Winslet no filme. 

5. Gilded Lives, Fatal Voyage
Contada por um historiador, Gilded Lives, Fatal Voyage inclui as narrativas pessoais dos mais abastados que não conseguiram sair do navio. O livro descreve a elegância do navio antes do acidente, e os danos que sofreu depois, tudo enquanto dá um panorama geral sobre a cultura, política e convenções sexuais da época. 

6. A Night to Remember
Um clássico de 1955 por Walter Lord, o livro foi escrito bem perto do período que o Titanic afundou, portanto inclui toneladas de entrevistas em primeira mão de sobreviventes. Além disso, a obra traz uma lista de passageiros no verso, detalhando quem sobreviveu e quem não teve a mesma sorte. A Night to Remember relembra como os homens, depois de dizerem adeus a suas esposas e filhos, voltaram para suas cabines, vestiram suas melhores roupas, e se prepararam para morrer como cavalheiros. Isso também explica a tragédia de ter botes salva-vidas para apenas metade das pessoas a bordo. Como os homens não tinham permissão de acompanhar as mulheres, diversas mulheres e crianças esperaram até o final para embarcar, fazendo com que sobrasse espaço nos botes. 

Por Danilo Barba - Yahoo Mulher

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.