segunda-feira, 15 de junho de 2015

Polícia Federal realiza operação no Tribunal de Justiça


A Polícia Federal (PF) cumpriu mandados de busca e apreensão no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), na manhã desta segunda-feira, 15, em Fortaleza. O  caso segue sob segredo de Justiça e foi determinado o afastamento do Desembargador Carlos Feitosa, seguindo mandado expedido pelo Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Herman Bejamim.

O POVO apurou que a investigação está relacionada à venda de liminares. O TJCE informou, em nota, que o Juiz Federal Gabriel José Queiroz Neto, auxiliar de Herman Bejamim, acompanhou a operação.

Por volta das 9 horas da manhã, três agentes da PF entraram no prédio do tribunal, mas não quiseram falar com a imprensa. A equipe saiu do prédio em uma viatura da PF e em uma camioneta descarcaterizada, por volta das 11 horas, levando computadores e documento.

Uma fonte informou ainda que 15 pessoas são investigadas. Cerca de dez advogados estariam sendo ouvidos pela Polícia Federal. Em um endereço na rua Padre Antônio Tomáz, no bairro Cocó, uma viatura da PF e um gol descaracterizado levaram uma pessoa não identificada para prestar depoimento. Na residência, também foram apreendidos dois notebooks e documentos.

Veja a nota do TJCE, na íntegra:
''O Tribunal de Justiça do Ceará recebeu o Juiz Federal Gabriel José Queiroz Neto, auxiliar do Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Herman Bejamim. O magistrado veio ao Ceará para acompanhar o cumprimento de mandado expedido pelo Ministro, que determinou o afastamento e a busca e apreensão de documentos no gabinete do Desembargador Carlos Feitosa. O objeto da diligência não pôde ser revelado , ante o caráter sigiloso das investigações.''

Redação O POVO Online (com informações do repórter Thiago Paiva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.