domingo, 14 de junho de 2015

Mulher assassinada no Bar do Real

Foto do Blog de Frank Oliveira


Essa jovem, de nome Iara, natural de Pacujá, foi assassinada na noite deste sábado, por por volta das 19h30, no bar do Real, por um elemento que foi ao local determinado a matá-la, e também matar a sua acompanhante, Muito embora ainda não se tenha uma afirmação oficial das perícias, prevê-se seja mais um crime de natureza passional.

O fato do crime ter sido cometido por motivo no qual figura o sentimento onde uma pessoa se sente dona de outra e quer que seu amor seja reconhecido como único, e se isso não acontece, a pessoa resolve cometer atos contra a vida da outra. Geralmente este tipo de crime é cometido por pessoas que argumentam se sentirem pouco valorizadas por seu companheiro(a) para justificar o controle e domínio que exercem sobre ele, considerando-o uma propriedade.

Neste enquadramento, argumentando ter ciúmes devido aos comportamentos do(a) companheiro(a), reais ou imaginários, que não controlam, ciúmes estes gerados por essa situação, que os levam a cometer crimes. O crime passional é um crime como outro qualquer e não se enquadra na figura penal atenuante de "violenta emoção".

Vamos esperar a definição das autoridades policiais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.