sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Meio ambiente em perigo

Vista do Parque Lagoa da Fazenda

rio Acaraú tomado pela vegetação

Dois pontos de Sobral que exuberavam esplendor natural, agora agonizam, e têm seus ecossistemas comprometidos, devido à proliferação de uma vegetação aquática, capaz de erradicar todo e qualquer tipo de vida ocorrente em seus interiores.

O Parque Lagoa da Fazenda, construído no Governo de Tasso Jereissati, e que no passado serviu de palco a eventos sociais que reuniam nomes expressivos do cancioneiro brasileiro, já não significa nada além de lembrança do passado e a certeza da devastação.

O rio Acaraú, a partir da construção da Margem Esquerda, que retem as águas que deveriam escoar rumo ao mar, virou um piscinão de dejetos, comprometendo assim grande parte do seu leito, que se tornou inviável para banhistas, lavadeiras e vazanteiros.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.