quarta-feira, 3 de maio de 2017

União vai enviar Força Nacional e PRF para conter crise de segurança no Rio



RIO - Agentes da Força Nacional e da Polícia Rodoviária Federal serão enviados para o Rio de Janeiro para conter a crise de segurança pública, anunciou o ministro da Justiça Osmar Serraglio, nesta quarta-feira.

A decisão foi tomada após uma reunião do ministro com o presidente Michel Temer, no Palácio do Plantalto. Serraglio, em coletiva de imprensa, explicou que o governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão solicitou o reforço de homens para o presidente durante uma ligação telefônica.

"Já dispomos de 125 integrantes [da Força Nacional no Rio] e iremos reforçar essa participação através de mais 100 neste primeiro momento. E também há um pleito relativo à Polícia Rodoviária Federal", informou Serraglio.

Segundo o ministro, setores da inteligência das equipes de segurança apontaram a Via Dutra como o local que mais precisa de reforço policial, já que é rota do tráfico de drogas e armas. A autoestrada também é alvo frequente de assalto a veículos e roubo de cargas.

"Há uma identificação por parte do Rio que, entre outras rodovias, mais especificamente a Via Dutra está servindo de canal de alimentação do Rio de drogas, armamentos, assalto a cargas, transportes, e tudo isso termina alimentando o sistema da organizãoes criminais", disse Serraglio.

Dia de terror no Rio

Pelo menos nove ônibus foram incendiados na Região Metropolitana do Rio, na manhã desta terça-feira: três na Rodovia Washington Luiz, na altura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, outros cinco na Avenida Brasil, altura de Cordovil, e um na Rua Itabira, um dos acessos à comunidade Cidade Alta, na Zona Norte da capital fluminense. As informações são do Centro de Operações da Prefeitura (COR). Dois caminhões também foram alvos de vândalos e pegaram fogo.

Os veículos em chamas causaram interdições parciais na Washington Luiz, na Linha Vermelha e na Avenida Brasil.

Os incêndios começaram depois que a PM começou uma operação na Cidade Alta, na Zona Norte, para reprimir a ação de criminosos. Na incursão 45 suspeitos foram presos.

O Globo





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.