quarta-feira, 3 de maio de 2017

Sobral perdida no tempo



Escuta-se em Sobral o barulho de tiros, os gritos de socorro dos violentados e roubados, o choro de mães de meninos e meninas assassinados, o barulho quase que ininterrupto de sirenes de carros de políca e ambulâncias... Tudo a gente escuta, menos a voz de autoridades.

Sobral se parece com aquelas cidades americanas do tempo do Velho Oeste, quando os bandidos invadiam, dominavam e aterrorizavam com seus cavalos, atirando para todos os lados e intimidando as autoridades, que se escondiam com medo de morrer. 

O momento nos remete também ao tempo do cangaço, em que Lampião e seus cabras invadiam os lugarejos, expulsavam a polícia a pontapés e colocavam o prefeito para desfilar nu sobre o lombo de um jumento.

O que nos difere do passado é que agora temos VLT.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.