terça-feira, 2 de maio de 2017

Reforma trabalhista divide opiniões no Senado, onde começa a ser analisada



Expectativa de alguns senadores é de que o texto aprovado pela Câmara dos Deputados (PLC 38/2017) encontre resistência no Senado. Entre as principais mudanças propostas na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), está a previsão de que negociações entre trabalhadores e patrões passem a valer mais do que a lei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.