sexta-feira, 3 de março de 2017

O opcional das cisternas



Vendo a chuva caindo e um mundo de água escorrendo a esmo, fico a imaginar o quanto somos carentes de uma cultura de aproveitamento desse precioso líquido. Em sendo nordestino, especialmente, deveríamos adotar técnicas de aproveitamento, e assim não incorreríamos em situações vexatórias quando estamos em períodos de estiagem.

Deveriam os governantes determinar que em cada  projeto de moradia tivesse uma cisterna destinada ao aproveitamento de águas pluviais, exemplo de como se configura o programa social que garante a construção de caixas d'água em alvenaria nas áreas com frequentes históricos de estiagem.

É comum vermos em quase todas as residências dos sertões nordestinos, caixas de alvenaria para armazenamento de águas no período de inverno. O equipamento, apesar de rústico, garante a oferta da água em períodos críticos, sendo pois, uma "graça" para o homem do campo.

Há que repensar a forma como encaramos um período de inverno e o desperdício de águas, que poderiam ser reservadas para evitar os constantes colapsos que se registram quase todos os anos.   




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.