quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Sobral acanhada






O desenvolvimento de Sobral, que perdoem os homens inteligentes e os gestores ditos competentes, ainda é acanhado. O inchaço da cidade, que para eles é crescimento, produz efeitos escabrosos no trânsito, na falta de água, na deficiência da limpeza, na falta de transportes, e por ai vai.

Imaginem que os três cortam a cidade de Sobral há pelo menos 120 anos, e até agora não se vê um só projeto tratando do desvio das vias férreas ou mesmo da construção túneis e/viadutos acabando com o transtorno advindo das manobras que diariamente acontecem pelo centro da cidade, e que levam os condutores de veículos à loucura. Se pararmos para pensar como seres coerentes e desapaixonados políticos, chegaremos à conclusão de que os gestores relaxam quanto a essa problemática. Agora você imagina uma ambulância dando tudo de si para levar uma pessoa em risco de vida a um hospital e vir a se deparar com um trem em manobra. È um Deus nos acuda.

Os trens de Sobral não cumprem o princípio do direito da mobilidade, uma vez que impede o cidadão de ir vir, prejudicando seus compromissos.

Eu se fosse o prefeito desta cidade, já teria construído esses viadutos e túneis, teria aberto duas grandes avenidas, construído duas novas pontes, construído o porto seco para as descargas fora do centro urbano, teria resolvido a problemática do transporte urbano e instalado o mais eficiente sistema de limpeza pública do país.

Quando eu critico o prefeito e seus padrinhos, é porque eu penso além. Eles pensam em agrados ao povo em, troca de votos; eu penso em desenvolvimento em troca de bem-estar social.

Vamos mudar esse jeitinho acanhado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.