quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

O mundo Zap-Zap


O mundo está de ponta-cabeça, desde que os telefones passaram a ser computadores e seus usuários, teleguiados.

Andando pelas ruas e vendo essa gente de cara nos aparelhos, indiferente ao trânsito e outros perigos iminentes, conclui-se que existe uma alucinação eletrônica mexendo com as cabeças das pessoas. Enquanto isso, já não trocamos cumprimentos que não sejam virtuais, pois os modernos equipamentos nos dão imagens que substituem nossas ações, a exemplo de buquê de flores, beijos, abraços e tudo mais que aos poucos vai nos deixando esquecidos de ainda somos pessoas.

Chega-se nas escolas e vê-se aquela multidão de jovens com a cara pregada nos seus aparelhos, na faculdades não é diferente, nem nas repartições públicas, no interior dos ônibus, dos trens, e até mesmo das igrejas o Zap-Zap domina a massa e nos torna inseguros quanto ao destino do mundo, pois as pessoas ainda não têm o número de Deus, nem tampouco a senha de acesso ao Céu. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.