quinta-feira, 2 de julho de 2015

Reprovação de PEC deixa menores a mercê da marginalidade


A PEC da maioridade penal não foi aprovada na Câmara dos Deputados e isso trouxe uma enorme decepção para a maioria da população brasileira, que deseja ações para coibir as ações de marginalidade vandalismo exercida pelos de menor idade sob a orientação ou comando dos de maior idade.

Acredita-se que diante da matança de jovens, que se faz cada vez acentuada, é preciso uma atitude autoritária do Poder Público, no entanto, a Chefe da Nação posiciona-se apenas como uma pessoa a mais que tem pena dos menores, que acha que a penalização não resolve, mas nada oferece de alternativa para tirar os jovens das ruas e dar dignidade a eles e suas famílias.

A não aprovação da redução da maioridade está sendo comemorada pela bandidagem, que não perdeu seus pequenos parceiros, seus companheiros menores, os seres que os pais perderam para o mundo e que dificilmente se tornarão cidadãos, a não ser que mudem de ideia e se vão para a escola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.