quarta-feira, 24 de junho de 2015

Festas juninas em Sobral


Com informações de Aldemir Arruda - Saudosismo Sobralense

Sobral demorou bastante para aderir aos festejos de São João. Só a partir de 1939 - muito tempo depois de Massapê, que iniciou no ano de 1933 sua primeira festa de chitão - Sobral teve o ensejo de comemorar com grande gala no Pálace Club, uma festa inesquecível. 

Coube ao Dr. João de Deus Cabral de Araújo, cunhado do primo Edmundo Monte Coelho, que se encontrava em Sobral, trabalhando no Departamento de Classificação de Algodão, essa iniciativa. Sabedor de que em Massapê, cidade de menor porte comercial, de população inferior à nossa, e sem club oficial, se fazia uma festa consagrada e ainda com o luxo de trazer orquestra de Fortaleza e os filhos da cidade, João Cabral, com ideia de que Sobral poderia fazer uma festa igual ou melhor, procurou o Sr. João Nogueira Adeodato, homem rico e de grande prestígio e, também frequentador da sociedade fez ver a essa figura de destaque a necessidade de um chitão em Sobral. 

João Adeodato, homem de lutas, gostou imensamente , aderiu a ideia e foi falar com o presidente do Pálace. Este achou feliz a iniciativa e tratou logo de chamar o sr. Falb Rangel para transformar a sede do club numa autêntica casa caipira com toda caracterização sertaneja. Falb, era completo em tudo. Inteligente, competente e habilidoso. Esmerou-se ou melhor caprichou em todos detalhes. A festa foi um sucesso. Alegria contagiante da diretoria e dos participantes pelo retumbante sucesso alcançado, fizeram com que a festa fosse repetida no dia seguinte, domingo, e também com grande êxito. A partir dessa festa o chitão passou a fazer do calendário do club e cada vez mais animado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.