domingo, 22 de fevereiro de 2015

Joaquim Barbosa pede demissão do Ministro da Justiça


"Nós, brasileiros honestos, temos o direito e o dever de exigir", diz o ex-presidente do STF.



Através do seu Twitter oficial, o ex-presidente do STF Joaquim Barbosa pediu mobilização popular para derrubar o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

Neste sábado, o jornal O Globo divulgou que o ministro Cardozo recebeu em seu gabinete três advogados representantes da Odebrecht, construtora envolvida na operação Lava-Jato. O ministro teria encontrado também outros advogados de construtoras como a UTC e a Camargo Corrêa, segundo a Folha de S. Paulo.
De acordo com alguns advogados, a situação dos 11 presos teria mudado com a recente decisão do STF de manter livre o ex-diretor de Serviços da estatal, Renato Duque, e que há, pela primeira vez, chances de eles serem soltos.

Outros defensores, contudo, não creem que Cardozo tenha influência no tribunal, ainda que o PT tenha indicado sete ministros.

Cardozo confirmou que se encontrou com Sergio Renault, mas negou que eles tenham conversado sobre a Operação Lava Jato. Renault, por sua vez, contou que foi ao ministério para almoçar com o advogado Sigmaringa Seixas, ex-deputado do PT. Ambos negaram ter discutido o assunto com o ministro. A assessoria de imprensa admitiu que Cardozo se reuniu com outros advogados da Lava Jato, mas informou que desconhecia os seus nomes.
Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.