sábado, 24 de dezembro de 2016

Desculpa esfarrapada






Cid Gomes defendeu a extinção do TCM, argumentando que isso permitirá o fim dos cargos de conselheiros, que são empregos vitalícios, e o fim dos cargos de secretários, de assessores e de cargos comissionados, uma providência que resultará na economia de R$ 45 milhões por ano ao Tesouro do Estado.

Patrícia Saboya foi nomeada para o cargo de Conselheira do TCE-CE pelo governador Cid Ferreira Gomes. A nomeação foi assinada em 10 de março de 2014 e publicada no Diário Oficial do Estado dois dias depois (12). A nova Conselheira assumiu a vaga decorrente da aposentadoria do conselheiro emérito Pedro Augusto Timbó Camelo.

Uma pergunta apenas:  Ciro Gomes ainda paga, ou algum dia pagou pensão à sua ex-mulher, ou isso fica por conta dos cargos que ela consegue obter pela influência da família de Ciro?

Se fosse realmente para moralizar, quem deferia ser fechada era a Assembleia, pois é de pouca serventia para o povo, se configurando  mais como cabide de emprego do que um colegiado lutando pelo bem-estar do povo. Na verdade não passa de um poder submisso.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.