quinta-feira, 24 de julho de 2014

Professores da rede pública de Fortaleza entram em greve a partir de 1º de agosto

Professores da rede pública de Fortaleza decidiram paralisar as atividades a partir de 1º de agosto. Assembleia realizada na manhã desta quinta-feira (24), com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação do Ceará (Sindiute) deflagrou a greve, que será informada nesta tarde à Prefeitura Municipal.
Segundo o Sindiute, cerca de 2500 professores compareceram à Praça da Polícia - no bairro José Bonifácio -, onde ocorreu a assembleia, e votaram unanimemente pela paralisação. Apesar da adesão massiva ao movimento, escolas municipais abriram e tiveram aula normalmente nesta manhã.
 
Os professores reivindicam reajuste do Vale Alimentação, pagamento dos anuênios atrasados, realização imediata de concursos públicos para encerrar o regime de contratação de professores substitutos, pagamento do valor do Passcard em dinheiro e redução da carga horária.
 
A partir do aviso à Prefeitura, os docentes podem parar as atividades em 72h, seguindo o prazo legal. Mas a categoria preferiu iniciar a paralisação somente no primeiro dia de agosto, em uma sexta-feira.
 
Foto: Divulgação / Sindiute
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.