terça-feira, 8 de julho de 2014

O que o mundo tem a dizer

Repercussão pelo mundo

Confira o que os jornais mundo afora comentam sobre o vexame brasileiro

Derrota do Brasil por 7 a 1 diante da Alemanha foi manchete dos principais jornais do planeta

08/07/2014 | 20h46
Confira o que os jornais mundo afora comentam sobre o vexame brasileiro Reprodução/
"Vergonha eterna", diz a manchete do jornal Marca, da Espanha, após a derrota brasileira por 7 a 1Foto: Reprodução
Futebol é o esporte mais popular do mundo, a prova disso é que os olhares do planeta se voltaram para a semifinal da Copa do Mundo, entre Brasil e Alemanha. Os jornalistas estrangeiros no Brasil, ficaram estupefatos, e os principais jornais noticiaram e comentaram a derrota dolorosa dos anfitriões por 7 a 1 diante dos alemães, que aplicaram a maior goleada sofrida pela Seleção Brasileira na história.

 
Foto: Bild/Reprodução
No país da primeira seleção finalista do Mundial de 2014, o jornal Bildcomemora: "essa vitória é para a eternidade". O portal da revista Kicker ressalta que a Alemanha chocou 200 milhões de brasileiros. "A caminho do Rio", essa foi a manchete da versão online do jornal Süddeutsche logo após a partida entre Brasil e Alemanha. O site da revista Der Spiegel trata a atuação da sua seleção como "sensacional" e chama de "nocaute" a vitória por 7 a 1 contra o Brasil.

David Coimbra: fiasco estava escrito já na escalação da Seleção
Leia todas as notícias sobre a Copa do Mundo de 2014
Confira a tabela completa do Mundial
 
Foto: L'Equipe/Reprodução

No resto da Europa, a corneta também foi grande. Na Espanha, o jornal Marcafala em "vergonha eterna" da Seleção Brasileira. O site do As fala em "sete maracanazos", lembrando a derrota brasileira na Copa de 1950, diante do Uruguai, no Maracanã. Os franceses do jornal L'Equipe associam uma foto de David Luiz, no chão, com a queda do Brasil no Mundial, e colocam apenas as palavras: "o desastre". O Corriere Dello Sport, da Itália, chama para a matéria do jogo com "Brasil humilhado".

 
Foto: El Tiempo/Reprodução


Pela América do Sul, os uruguaios do Ovación dizem que a Seleção Brasileira foi "esmagada" e que "passou vergonha em sua própria casa", mas não associaram a derrota contra a Alemanha com a que o Uruguai conquistou contra o Brasil em 1950, no "Maracanazo". Nos países que foram eliminados pelo Brasil na Copa, o site do jornal El Tiempo, da Colômbia, chama de "Mineirazo" a partida, e fala em "humilhação global" sofrida pelos brasileiros. No Chile, a palavra escolhida pelo jornal La Tercera também foi "humilhação" para falar sobre o 7 a 1 aplicado pelos alemães.

 
Foto: De Telegraaf/Reprodução
Na Argentina e na Holanda, países que decidirão nessa quarta-feira quem será o adversário da Alemanha na final, e do Brasil, na disputa pelo terceiro lugar, os jornais já projetam uma possível final. O periódico com maior circulação nos Países Baixos, o De Telegraaf, ressalta a grandiosa vitória alemã, fala em humilhação brasileira e destaca a manchete publicada pelos alemães do Bild enquanto o jogo estava 7 a 0, o texto dizia: "e agora que venha a Holanda". O diário esportivo argentino Olé brincou: "diga-me o que é sete", em tom de provocação aos brasileiros.

 
Foto: Olé/Reprodução


O que se observa é um espanto mundial, uma admiração de todos com o resultado. Ninguém, nem mesmo o mais fanático torcedor alemão, ou o brasileiro mais pessimista previa um 7 a 1 nesta semifinal de Copa do Mundo. Um jogo que entra para a história, infelizmente, de maneira trágica para o Brasil.

* ZH Esportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.