segunda-feira, 30 de junho de 2014

Desrespeito bancário




A Caixa Econômica Federal de Sobral, a exemplo dos demais bancos oficiais e também particulares, não presta serviços de qualidade e sim de quantidade. O aumento da clientela dos programas sociais do Governo Federal provocam celeumas nas agências, que sem condições de prestar atendimento ao restante do público passa a adotar o sistema de senhas, numa verdadeira demonstração de incapacidade de trabalho e desrespeitos aos trabalhadores, que agora são obrigados a pegar as famigeradas filas de filas.

Para se ter uma ideia da zorra, quem tem data marcada para receber FGTS, por exemplo, tem que chegar cedo e ficar numa filha, rezando para ser contemplado com uma das somente 150 senhas diárias. Esse sistema muito se parece com o que é utilizado na área da saúde.


Ao juizo de quem tem bom senso, isso se chama crescimento da incapacidade e da incompetência. Da mesma forma como a gestão do PT, que fala em fim da miséria e cada dia aumenta o número de benefícios para miseráveis.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.