domingo, 29 de junho de 2014

Campos se lança candidato e diz que tirará país do ‘atoleiro’


Ao formalizar sua candidatura à Presidência, Eduardo Campos (PSB) fez promessas ambiciosas para tirar a economia do “atoleiro” que, segundo ele, foi criado pela presidente Dilma Rousseff e se posicionou claramente contra o também oposicionista Aécio Neves (PSDB).
Ao lado de sua companheira de chapa, Marina Silva, o ex-governador de Pernambuco se comprometeu na convenção do PSB a realizar uma reforma tributária no primeiro ano de um eventual governo –com implantação gradual em um longo período.
A proposta de uma reforma tributária imediata já havia sido feita por Aécio, em encontro com empresários na Bahia, em maio. No mesmo evento, Campos fora menos ousado e prometera entregar uma reforma “de nível internacional” em oito anos.
Na convenção deste sábado (28), Campos prometeu inverter a “equação perversa” de inflação alta com crescimento baixo e afirmou que reduzirá índices de violência ano a ano e que irá universalizar a escola pública de qualidade e em período integral após quatro anos de governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.